A+ A A-

Cobranças com Débitos Diretos, sim ou não? 7 razões para a sua empresa aderir

Em Portugal, é cada vez mais comum a adesão ao Débito Direto. A facilidade e o tempo que se poupa nesta rotina de cobrança são as principais razões apontadas pelas empresas e o melhor é que até os clientes têm preferido a adesão, conforme mostram as últimas estatísticas do Banco de Portugal.

Confira porque este sistema de pagamento tem merecido a atenção das empresas e se ainda não usa, pondere já os benefícios de implementar a nossa solução de débitos diretos. 

 

Cobrança por débito diretos - solução para empresas

  • 1 - Cobranças por débito direto evitam pagamentos tardios

Os pagamentos por multibanco e as transferências bancárias, apesar de serem os meios de pagamento mais comuns, exigem tempo do seu cliente. Ao automatizar os pagamentos através do débito direto está a simplificar toda a relação comercial, evitando esquecimentos.


  • 2 - Receber de clientes já não requer telefonemas e avisos

Os seus colaboradores da área administrativa e financeira irão agradecer. Havendo autorização do seu cliente, só tem de se certificar que coloca todos os dados necessários para o processo decorrer de forma periódica. Irá assim agilizar substancialmente uma das tarefas que mais tempo tira à sua equipa. 


  • 3 - Para os seus clientes também é muito mais cómodo

A facilidade e a comodidade são os principais fatores que os clientes apontam para aderirem ao débito direto. Além de continuarem com total controlo sobre os seus pagamentos, estes deixam de ter a preocupação do "tenho de" ou "falta-me pagar". Quer ter noção do que precisa para avançar com este método? Veja aqui como o processo é simples. 


  • 4 - São cada vez mais os portugueses a aderir

Em 2017, os débitos diretos foram o instrumento que mais cresceu em Portugal, aumentando 12,1% em número e 16% em valor, segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal, conforme revela notícia do Dinheiro Vivo. Além disso, o processo é absolutamente transparente, como pode verificar neste artigo do Banco de Portugal


  • 5 - Essencial para empresas com avenças ou pagamentos regulares

Os seus clientes fazem-lhe pagamentos periódicos? Se sim, não hesite em aderir a este método de pagamento. Irá simplificar esta rotina sem perder o controlo, uma vez que poderá fazer estornos de débito direto. Além disso, também o seu cliente poderá cancelar o débito direto se entretanto a relação contratual se extinguir. 


  • 6 - Débitos diretos para micro e pequenas e médias empresas? Sim, cada vez mais

A tendência é generalista. Não são só as grandes empresas que estão a aderir ao débito direto, mas sim a maior parte das empresas de serviços independentemente da sua dimensão. Agências de marketing, empresas de limpeza, gestão de condomínio, empresas de consultoria informática, etc., são alguns dos exemplos.


  • 7 - O processo de adesão e utilização é absolutamente simples e seguro, assista ao vídeo

Além da comodidade, o processo de instalação e utilização é bastante simples. Defina a conta bancária onde quer receber os pagamentos, escolha as faturas que pretende autorizar para débito direto e regularize as contas correntes dos seus clientes sem perder tempo a confirmar os pagamentos. Assista ao vídeo e peça-nos informações.

Quer saber mais sobre os débitos diretos no ARTSOFT?

Abaixo pode consultar mais informação sobre a nossa solução ou pedir-nos informações mais específicas para o seu caso.

• Tutorial e infografia sobre os Débitos Diretos no ARTSOFT  
Download da brochura oficial da solução
 Débitos Diretos no ARTSOFT 
• Cobranças por débito direto - Acelere os pagamentos de clientes

Quer pedir já mais informações?

 

 

 

T.I. Tecnologia Informática S.A. © 2019 - Todos os direitos reservados

Política de Privacidade | Termos e Condições