A+ A A-

Capital Humano e os benefícios de uma gestão integrada

A ideia de que os softwares de gestão e os ERP (Entreprise Resource Planning) beneficiam a gestão de informação dentro da empresa é largamente aceite e facilmente comprovável, contudo, continuamos a assistir à utilização de soluções de Recursos Humanos paralelas aos sistemas centrais da empresa (o que não só dificulta a conferência, como por vezes implica a duplicação de dados).

Recursos Humanos


À margem das muitas empresas que optam pelo outsourcing, o processamento de salários continua a representar a maioria das soluções procuradas, desprezando tanto o potencial da gestão de Recursos Humanos, como os benefícios da informação empresarial integrada.

Na verdade, a procura de novas oportunidades de negócio ou as estratégias de fidelização e CRM (Customer Relationship Management), com a valorização do relacionamento empresa/cliente, são apostas óbvias, mas não devemos esquecer a importância do Capital Humano, um fator de diferenciação num mercado em que a distinção entre concorrentes se encontra cada vez no “know-how”.

A aposta na gestão cuidada dos seus colaboradores, com informação integrada sobre horários, assiduidade, produtividade, etc. facilita um controlo detalhado por objetivos, permitindo análises e relatórios que de outra maneira (em caso de recolha manual de dados ou outsourcing) dificilmente seriam conseguidos.

A gestão interna permite também uma monitorização constante e acompanhamento em tempo real, uma opção que mais uma vez o outsourcing não facilita.

Este cruzar de dados, provenientes das várias áreas do seu negócio, permite então adequar sistemas de incentivos e apostar em benefícios multidimensionais (por exemplo, com a gestão de bancos de horas).

Ainda assim devemos admitir que este controlo pode ser encarado pelo funcionário como um fator de pressão, contudo, deve ser explicado como uma oportunidade, que garantindo o cumprimento dos objetivos permite o reconhecimento do trabalho e dedicação do que chega a horas, não falta, propõe desenvolvimentos ou dedica-se em extra (um factor de justiça intimamente ligado ao nível de motivação dos colaboradores.)

A gestão de talentos e qualificação dos funcionários é igualmente um benefício, permitindo acertos nos planos de remuneração e colmatando internamente necessidades de recrutamento.

A possibilidade de integrar informação de RH com outras áreas da empresa, por exemplo a produção, facilita ainda uma melhor gestão do trabalho temporário ou da necessidade de mão-de-obra.

Com a globalização, a implementação de um ERP permite também uniformizar as estratégias de RH, centralizando informação e simplificando políticas de gestão.

Efetivamente o futuro passa pelo acesso a informação completa, em tempo real e facilmente estruturada/percetível, facilitando a gestão de admissões (por exemplo, com a possibilidade de estimar gastos por contratação), remunerações (ex. processamento automático de salários) e habilitações (ex. detetando necessidades de formação). Outro aspeto a não descurar é exatamente o cumprimento das obrigações legais implícitas à gestão de Recursos Humanos, que numa solução de gestão integrada se encontra automatizado (ex. gestão de escalas, horários, bancos de horas, descontos, relatórios e mapas obrigatórios, etc.).

Em resumo, se está a repensar o seu sistema de gestão de Recursos Humanos, considere as vantagens de uma solução integrada.

Sara Jesus
Departamento de Marketing da ARTSOFT
publicado em Janeiro de 2014 na Human

 

T.I. Tecnologia Informática S.A. © 2019 - Todos os direitos reservados

Política de Privacidade | Termos e Condições