A+ A A-

Para escolher um ERP: Que regras de segurança importam? Destaque

 

Escolher um ERP envolve analisar um conjunto muito diversificado de questões.

A atenção deve recair sobre as regulamentações a que as empresas estão obrigadas, o ambiente de trabalho que cada um disponibiliza, ou mesmo à capacidade que o ERP tem de se adaptar e ser flexível às necessidades das empresas.

erp-seguranca-informatica-artsoft

 

No entanto, no que respeita à segurança não há como ser flexível!

É essencial que a sua escolha recaia sempre sobre um software de gestão que lhe garanta:

Integridade: O ERP deve conseguir garantir ao máximo que os dados são efetivamente os que foram fornecidos a um sistema, e que não sofreram alterações de forma fortuita ou maliciosa. Para isso deve ter um bom sistema de controlo de acesso e medidas de prevenção a tentativas de utilização indevida;

Confidencialidade: Na hora da implementação, deve assegurar que cada colaborador tem o seu perfil de utilizador, assegurando assim que só as pessoas certas têm acesso aos dados. Potenciais estranhos que intercetem mensagens ou informação deverão vê-la de forma cifrada;

Disponibilidade: Assegurar que os dados estão sempre disponíveis para os seus legítimos utilizadores, com uma qualidade de serviço mínima garantida (num tempo mínimo pré-definido).
Nota: manter os dados em equipamentos desadequados, sob sistemas vulneráveis ou desadequados, com largura de banda insuficiente, ou expostos a ataques internos ou externos, pode causar danos à credibilidade dos dados bem como à reputação da empresa.

Não repúdio: assegurar que um documento emitido ou transação efetuados por determinada pessoa não possam vir a ser negados por essa pessoa; Se isso não for assegurado, toda a responsabilidade que tal documento ou transação implique deixa de ter qualquer efeito;

Autenticidade: assegurar que os utilizadores só têm acesso aos recursos autorizados, e assegurar que os participantes de uma comunicação ou transação sejam efetivamente quem se acredita que sejam.

Em suma, para que um ERP seja credível deverá possuir processos de credenciação e controlo suficientemente seguro para fornecer essas garantias.

Leia também outras recomendações de segurança aqui:


Abaixo pode consultar outros artigos úteis para que a sua empresa tome as devidas precauções de segurança nas aplicações de gestão.

• O maior medo das empresas portuguesas em 2018?
Como controlar a vulnerabilidade dos dados de um ERP?
Documentos legais e ordens de pagamentos, como proteger?
Ligações externas e envio de ficheiros de reporte, o que importa saber?
Backups, cuidados a ter e o que não deve ignorar!
Dados pessoais no software de gestão, como proteger e cumprir o RGPD?

Para saber mais sobre segurança de informação, receba um e-book no seu e-mail.

 

 

 

T.I. Tecnologia Informática S.A. © 2019 - Todos os direitos reservados

Política de Privacidade | Termos e Condições