Fundos europeus para empresas: apoio à inovação tecnológica

03 Julho 2024
Fundos europeus para empresas: apoio à inovação tecnológica

Fundos europeus como oportunidade para a Transformação digital – será agora que a sua empresa dará o salto?

Os fundos europeus para recuperação da economia continuam a chegar a Portugal.

O Governo Português e a Comissão Europeia assinaram em julho deste ano o Acordo de Parceria do – Portugal 2030 (PT2030) – com vista à materialização do compromisso do quadro comunitário entre 2021 a 2027.

No âmbito deste acordo, as principais novidades sobre fundos europeus para empresas são relacionadas com o desenvolvimento sustentável, crescimento verde, inclusão social, mas o destaque que nos merece mais atenção vai para a aposta na digitalização, em linha com a prioridade europeia de transição digital.

Segundo o IAPMEI, através do Portugal 2030, e em conjunto com o PRR (Plano de Recuperação e Resiliência Português), pretende-se chegar a todo o território nacional através do apoio às empresas, sendo que, no conjunto, estas podem contar com 11 mil milhões de euros em apoios, o que se traduz num acréscimo de +90% face ao ciclo de programação anterior, o Portugal 2020.

E para si, serão os atuais apoios financeiros para empresas o que precisa para dar o salto? Será agora, finalmente, o momento de dizer sim à aquisição de um software de gestão como o ARTSOFT ou de mais soluções para integrar ao seu atual software ERP? Se ainda não está certo, recomendamos que veja o vídeo “ERP importância nas empresas”.

Neste artigo iremos apoiar os empresários com informação sobre os atuais fundos europeus e apoios financeiros para empresas, com um objetivo: despertar a sua empresa para a transformação digital que não pode mais adiar. Por dois motivos:

  • 1) oportunidades como estas não acontecem todos os dias;
  • 2) o mundo empresarial já não é, nem o mesmo que conheceu quando abriu a sua empresa, nem igual ao que viveu antes do COVID-19, pelo que, relembrando Lavoisier, para nada se perder, transforme-se.

Para sua comodidade, navegue rapidamente para assuntos específicos:

Atuais Fundos Europeus | O que dizem CEOs e empresários sobre os desafios atuais | O que é um ERP? (artigo) | Comprar ERP, porquê? (artigo)


Fundos Europeus disponíveis para a sua empresa (em atualização permanente)

Conheça os vários fundos europeus que poderão apoiar financeiramente a sua empresa na transformação digital. Para maior detalhe consulte os links no final de cada apoio.

Mais informamos que a informação aqui presente sobre fundos europeus e apoios financeiros para empresas não dispensa consulta a consultores especializados em candidaturas a fundos europeus e à legislação aplicada.


Portugal 2030 Fundo Europeu

O Portugal 2030 tem à disposição 23 mil milhões de euros de fundos europeus até 2029, que serão distribuídos entre os programas de apoio às regiões, demografia, qualificações e inclusão, inovação e transição digital, ação climática e sustentabilidade e mar.

Abaixo encontra diversos tipos de fundos aos quais se pode candidatar. Pode consultar todos os fundos disponíveis aqui.

As candidaturas são todas efetuadas aqui.

SICE Inovação Produtiva – Candidaturas Abertas 2024

Inovação Produtiva: 500 Milhões para aumentar a competitividade das PME Portuguesas. Estão abertas as candidaturas ao SICE – Inovação Produtiva em 2024!

Está a decorrer o novo Sistema de Incentivos à Competitividade Empresarial (SICE) – Inovação Produtiva, dotado com um orçamento de 500 milhões de euros, representando uma oportunidade clara para as Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas aumentarem a sua competitividade em 2024!

Finalidades e objetivos

Este incentivo visa apoiar operações individuais de investimento produtivo em atividades inovadoras, promovidas por PME.

Projetos elegíveis

Os projetos que se qualificam para este incentivo abrangem uma vasta gama de iniciativas, tais como:

  • A criação de um novo estabelecimento produtivo;
  • O aumento da capacidade de um estabelecimento já existente;
  • A diversificação da produção para incluir produtos não previamente fabricados;
  • Uma mudança fundamental no processo de produção global.

É crucial que tais projetos estejam em consonância com as políticas setoriais estratégicas, nomeadamente, Indústria 4.0 e a Transição Climática.

Despesas Elegíveis

São consideradas elegíveis despesas relacionadas com:

  • Aquisição de máquinas e equipamentos, bem como custos associados ao transporte e instalação;
  • Equipamentos informáticos e o software necessário para o seu funcionamento, incluindo software standard ou desenvolvido especificamente para a atividade da empresa;
  • Despesas relacionadas com a criação de marcas e aquisição de patentes;
  • Obras para a construção de novas instalações ou a ampliação/remodelação de instalações existentes, com o objetivo de instalar novos equipamentos produtivos;
  • Outras despesas diretamente relacionadas com o projeto, como serviços de engenharia, estudos, diagnósticos, auditorias, e planos e projetos.
Período de apresentação de candidaturas
  • Fase 1: conclusão a 16/09/2024 (19 horas)
  • Fase 2: conclusão a 30/12/2024 (19 horas)

Saiba mais sobre este fundo europeu aqui!

SICE – Qualificação das PME – Operações Individuais

Finalidades e objetivos

Operações individuais promovidas por PME, de capacitação empresarial que visem a qualificação e digitalização dos modelos de negócio através do uso de fatores imateriais de competitividade.

Ações elegíveis
  • Inovação organizacional, gestão e logística
  • Digitalização e transformação digital
  • Criação de marcas e design
  • Capacitação para o desenvolvimento de produtos, serviços e processos
  • Proteção de propriedade industrial
  • Qualidade e certificação
  • Transferência de conhecimento e tecnologia
  • Sustentabilidade e ecoinovação

Entidades que se podem candidatar

Micro, pequenas e médias empresas (PME)

Área geográfica abrangida
Regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve).

Período de candidaturas

O período de candidaturas inicia-se em 07/06/2024, sendo a análise e decisão efetuada de acordo com as seguintes fases:

  • Fase 1: conclusão a 31/10/2024 (17 horas)
  • Fase 2: conclusão a 30/01/2025 (17 horas)

Saiba mais sobre este fundo europeu aqui!

SIID – Internacionalização de I&D – Operações de I&D industrial à escala europeia

Investimento empresarial e valorização económica do conhecimento

Finalidades e objetivos deste fundo europeu
Operações individuais ou em copromoção que visam promover o cofinanciamento nacional a entidades portuguesas participantes em projetos europeus de I&D, onde o cofinanciamento é assegurado exclusivamente por fontes nacionais.

Período de candidaturas
O período de candidaturas inicia-se em outubro de 2023, sendo a análise e decisão efetuada de acordo com as seguintes fases:

  • Fase 1: RPA e outras candidaturas – Out/2023 a 30.11.2023;
  • Fase 2: 30.11.2023 a 15.02.2024;
  • Fase 3: 15.02.2024 a 15.05.2024;
  • Fase 4: 15.05.2024 a 30.09.2024.

Ações elegíveis
Nestes fundos europeus são suscetíveis de apoio as operações que integram atividades de investigação industrial e/ou de desenvolvimento
experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou sistemas ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou sistemas existentes.

Saiba mais sobre este fundo europeu aqui!

SIID – I&D Empresarial – Operações em Copromoção – Outros territórios

Finalidades e objetivos
São apoiadas neste aviso, operações de Investigação e Desenvolvimento (I&D) na modalidade em copromoção, realizadas entre empresas e/ou com entidades não empresariais do Sistema de I&I (ENESII), alinhadas com os domínios prioritários da Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente (RIS3), as quais compreendem investimentos em atividades de investigação industrial e de desenvolvimento experimental, estimulando a sua valorização económica e a promoção de inovação.

Período de candidaturas dos fundos europeus

O período de candidaturas inicia-se em 30/11/2023, sendo a análise e decisão efetuada de acordo com as seguintes fases:

  • Fase 1: 31/01/2024 (18 h) – exclusivamente para os candidatos que efetuaram o registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022
  • Fase 2: 30/04/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.
  • Fase 3: 30/08/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.
  • Fase 4: 30/12/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.

Os Registos de Pedido de Auxílio (RPA n.º 01/RPA/2022 ao I&D) podem ser usados em qualquer aviso do I&D em que esteja prevista essa possibilidade. Estes RPA apenas podem ser utilizados numa única candidatura.

Ações elegíveis
São suscetíveis de apoio as operações que integram atividades de investigação industrial e de desenvolvimento experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou serviços ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou serviços existentes.

Saiba mais sobre este fundo europeu aqui!

SIID – I&D Empresarial – Operações Individuais – Outros territórios

Finalidades e objetivos
São apoiadas neste aviso operações de Investigação e Desenvolvimento (I&D), na modalidade individual, realizadas por uma empresa, alinhadas com os domínios prioritários da Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente (RIS3), as quais compreendem investimentos em atividades de investigação industrial e de desenvolvimento experimental, estimulando a sua valorização económica e a promoção de inovação.

Período de candidaturas
O período de candidaturas inicia-se em 30/11/2023, sendo a análise e decisão efetuada de acordo com as seguintes fases:

  • Fase 1: 31/01/2024 (18 h) – exclusivamente para os candidatos que efetuaram o registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.
  • Fase 2: 30/04/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.
  • Fase 3: 30/08/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.
  • Fase 4: 30/12/2024 (18 h) – para todas as candidaturas, com ou sem registo do pedido de auxílio através do Aviso n.º 01/RPA/2022.

Os Registos de Pedido de Auxílio (RPA n.º 01/RPA/2022 ao I&D) podem ser usados em qualquer aviso do I&D em que esteja prevista essa possibilidade. Estes RPA apenas podem ser utilizados numa única candidatura.

Ações elegíveis
São suscetíveis de apoio as operações que integram atividades de investigação industrial e de desenvolvimento experimental, conducentes à criação de novos produtos, processos ou serviços ou à introdução de melhorias significativas em produtos, processos ou serviços existentes.

Saiba mais sobre este fundo europeu aqui!


Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) : Um dos principais fundos europeus

O Plano de Recuperação e Resiliência surgiu na sequência dos graves impactos provocados pelo vírus SARS-CoV-2 e foi criado pelo Conselho Europeu, através de um instrumento temporário de recuperação conhecido como o Next Generation EU.

Em Portugal, o período de execução destes fundos europeus vai até 2026 e pretende implementar um conjunto de reformas e de investimentos para acelerar o crescimento económico do país e suas empresas.

Segundo o Governo, irão ser disponibilizados para Portugal cerca de 13,9 mil milhões em subsídios a fundo perdido e 2,7 mil milhões em empréstimos. Em agosto de 2021 o país recebeu já a primeira tranche destes fundos europeus.

Neste sentido o Governo já publicou a lei que cria o Fundo de Capitalização e Resiliência, que arranca com 320 milhões de euros mas pode chegar a 1,3 mil milhões com verbas do PRR. Estes fundos europeus é detido pela IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação) e gerido pelo Banco Português de Fomento e em breve saber-se-á os termos de elegibilidade das candidaturas, através de despacho ainda a ser publicado.


[artigo sobre fundos europeus para empresas em constante atualização, se quer ficar a par de novidades subscreva a nossa newsletter)

voltar ao topo

O que dizem CEOs e empresários sobre os desafios atuais

Segundo o recente estudo da PwC, Global Digital Trust Insights 2021, o mundo empresarial mudou a um ritmo muito intensificado.

40% dos gestores dizem ter aumentando o ritmo de digitalização nas empresas, adotando estratégias que antes não imaginavam. Em concreto, o relatório diz que 21% estão a alterar os seus modelos de negócio e a redefinir o seu funcionamento e 18% encontram-se a explorar novos mercados.

Isto tudo, com três grandes prioridades: 29% diz ter como objetivos: fazer mais coisas com mais rapidez e com mais eficiência, 31% modernizar os processos com que as coisas acontecem, e 35% estão a acelerar as automatizações como forma de redução de custos.

E como? Rodeando-se de talento e conhecimento de expert, consultores e profissionais com elevadas competências digitais. Segundo o estudo, os gestores estão cada vez mais à procura de talento com fortes competências digitais, de negócio e sociais.


E o que têm estes desafios a ver com os fundos europeus? Tudo.

Os desafios aqui apresentados são reveladores do caminho que as empresas como a sua, estão a traçar, de uma vez por todas, em direção à era do digital e da automatização. Por outro lado, a existência (diversificada e intensa) destes fundos europeus, em prol da inovação, são a ameaça ou a oportunidade (dependendo da sua resposta) de que se não for a sua empresa a apanhar o barco, será certamente um concorrente seu.

Por tudo isto pondere a transformação digital dos seus processos de gestão, munindo-se do apoio tecnológico de um ERP, este que é, provavelmente, o software mais importante para uma empresa.

Contacte-nos para receber uma demonstração e proposta. E lembre-se, ao adquirir o software pode contar sempre com um parceiro especializado em gestão, tecnologia e segurança informática para o ajudar.


Conheça o ERP ARTSOFT e as mais de 40 soluções que poderá integrar num só software.

Com o benefício: A aquisição das soluções pode ser feita ao longo do tempo, à medida das necessidades da empresa. Desta forma o ERP será tão escalável quanto a sua empresa.

voltar ao topo


6c699245d519642ddb15455178d8ccca?s=64&d=mm&r=g

Lúcia Campos

Especialista há mais de 20 anos em conteúdos empresariais, especificamente no setor do Software de Gestão, com competências comprovadas na gestão de fornecedores e clientes. Responsável pelos Casos de Sucesso ARTSOFT, onde pode conhecer mais de 50 testemunhos sobre a utilização do ERP.


DESCUBRA O PODER DA
SUA EMPRESA COM ARTSOFT

Sobre o ARTSOFT: Software de gestão (ERP) completo com mais de 40 soluções de gestão em desktop, na web e app. É implementado por uma rede de parceiros de norte a sul do pais, especializados nas nossas soluções.

Quer conhecer melhor as soluções apresentadas?

Conheça a Oferta completa do ARTSOFT ou os vídeos de algumas funcionalidades do ERP.

Subscrever newsletter

Receba no seu e-mail notícias e novidades do software.



    Saiba como tratamos os seus dados. Consulte a nossa Política de privacidade.

    VOLTAR AO BLOG E NOTÍCIAS